Follow by Email

terça-feira, 5 de abril de 2016

ALONGO-ME

O rio nasce 
toda a vida. 
Dá-se 
ao mar a alma vivida. 
A água amadurecida 
a face 
ida. 
O rio sempre renasce. 
A morte é vida. 


JOÃO GUIMARÃES ROSA 
In Magma, 1936 
(publicado em 1997) 

Nenhum comentário:

Postar um comentário