Follow by Email

terça-feira, 1 de dezembro de 2015

Eu quero poder chorar

Eu quero poder chorar
Assim, como quem estraga um brinquedo,
E sem me importar 
com o que tem a minha volta,
Deixar meu rosto molhar
Como quem se banha e desabafa.
Eu quero chorar minhas perdas,
Meu engano,
Minha entrega sem volta,
Meu amor sem resposta,
Toda a vez que me tiram o chão.
Eu quero chorar meus fracassos,
Minha dor de bicho esmagado,
Meu grito calado,
Minha identidade roubada,
Minha alegria fingida,
Minhas dúvidas sem resposta.
Quero poder ser frágil,
Poder ser comum,
Poder ser mulher
Sem essa couraça,
Sem essa bagagem,
Sem essa farsa.
Eu quero poder chorar
Sem que me perguntem o porquê,
Pra ver se limpo minha alma
De tanta tralha, esperança, desespero...
Pra me sentir leve de tanto anseio

Depois de tudo,
Limpar os sapatos, 
Lavar o rosto,
Trocar de roupas,
Usar uma nova maquiagem 
E continuar...

                          Angela Lara

Nenhum comentário:

Postar um comentário